Correr reduz os efeitos nocivos do cigarro e ajuda a largar o vício, afirma Dr. Marcel Coloma

31 maio

Hoje, no Dia Mundial Sem Tabaco, o blog conversou com o cardiologista Marcel Coloma que afirmou que a atividade física reduz os efeitos nocivos do cigarro, além de ser uma aliada na hora de largar o vício do tabagismo. Os principais prejuízos do fumo ao corpo são o desenvolvimento de doenças pulmonar e cardíaco.

O cigarro destrói as células do pulmão e o seu monóxido de carbono disputa com o oxigênio as hemácias que levam o ar inspirado aos restantes do corpo. Portanto, o fumo reduz a capacidade aeróbica do organismo, o que piora o desempenho de qualquer corredor. O fumo também entope as veias que levam o sangue ao coração, aumentando o risco de um enfarte. Numa atividade física, o batimento fica acelerado. Assim, durante uma corrida, as chances de se ter um enfarte são maiores.

– E, claro, nunca é demais lembrar a necessidade de uma avaliação médica antes de começar qualquer atividade – diz Marcel Coloma, da Sociedade Estadual de Cardiologia do Rio de Janeiro.

Em contrapartida, em longo prazo, o fumante que pratica uma atividade física é mais saudável. Já que o exercício aumenta a capacidade pulmonar do organismo.

– O tabagismo e o sedentarismo são os principais fatores de riscos para um infarto. Se a pessoa pertence a esses dois grupos, obviamente, as chances aumentam. Outro risco é a obesidade. E a corrida, assim como as outras atividades físicas, ajuda a combater esses fatores – afirma o cardiologista.

Marcel ainda explica que a atividade física ajuda os viciados a largarem o cigarro. Primeiro, durante uma corrida, a pessoa não fuma. E encontrar atividades que não lembrem o ato de fumar é importante nessa transição. Outro ponto importante é o fato de que muitas pessoas engordam ao parar de fumar, pois passam a comer mais na tentativa de controlar a ansiedade. E uma corridinha é essencial para perder esses quilinhos e deixar a pessoa de bem consigo mesmo.

*postado por Victor Costa

 

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/pulso/
Victor Costa 31.5.2013 16h13m

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *