Dr. Marcel participa de reportagem do Jornal do Brasil sobre 31/5

01 jun

Dia Mundial de combate ao tabagismo acontece em 31 de maio

No Brasil atualmente cerca de 10% de fumantes da população adulta é fumante, o que corresponde a cerca de 25 milhões de pessoas.

Na década de 80, cerca de 35% da população brasileira era fumante, o que mostra a queda progressiva da prevalência nos últimos anos.

– Isso se deve às medidas antitabágicas instaladas, como proibição da propaganda, aumento do preço do cigarro, melhora do acesso dos fumantes ao tratamento na rede pública etc. – analisa o cardiologista Marcel Coloma.

A iniciação do cigarro normalmente ocorre na adolescência. E meia idade é o período em que mais se tem fumantes.

As principais doenças provocadas pelo cigarro se dividem entre cânceres (pulmão é o mais frequente, porém tabagismo está relacionado a câncer de boca, laringe, estômago, bexiga, entre outros); doenças cardiovasculares (tabagismo aumenta o risco de infarto do coração, derrame cerebral e doenças vasculares das pernas) e doenças pulmonares (enfisema pulmonar e piora das crises de bronquite e asma). Além disso, fumar provoca doenças gengivais, úlceras no estômago, unhas amareladas etc.

– O passo mais importante para parar de fumar é o fumante querer parar de fumar. Em seguida, é sugerido que ele procure ajuda especializada para parar de fumar a fim de reduzir a abstinência à nicotina e aumentar as taxas de sucesso. No tratamento, estimula-se mudanças no comportamento do indivíduo junto ao cigarro através da terapia cognitivo-comportamental e prescreve-se medicações que vão atuar reduzindo a síndrome de abstinência, fazendo com que o processo de cessação ao tabagismo seja menos doloroso – finaliza Marcel Coloma.

Dados mostram que 3% das pessoas conseguem parar de fumar por ano sem nenhum tratamento. Com a ajuda de profissionais especializados e uso de medicações, esse número cresce assustadoramente, tanto em tratamento individual como no tratamento em grupo.

Marcel Coloma é cardiologista e médico responsável pela clínica PARARFUMAR. Além de programas individualizados que ajudam o paciente a parar de fumar o Dr Marcel também atua em tratamento do tabagismo aos funcionários de empresas, realiza palestras sobre tabagismo e diversos outros assuntos, algumas delas com a participação do Teatro Corporativo.

 

Fonte: http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2016/05/30/dia-mundial-de-combate-ao-tabagismo-acontece-em-31-de-maio/

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *